Cinema StarWars

Publicado em junho 13th, 2018 | Por Catarina Barbosa

StarWars, a galáxia distante está a ser explorada?

StarWars:

A história numa galáxia distante começou em 1977 e desde aí que um filme da saga é um acontecimento. Toda uma cultura foi criada em torno da saga. Começava com uma força misteriosa que encontrou Luke, este num ímpeto de autodescoberta embarcou numa aventura em que se tornou na “Ultima Esperança” para a liberdade da galáxia.
Com um humor característico, ação e até amor esta história transporta-nos para um lugar exótico e típico de uma space opera e que por mais distante que seja a galáxia os sentimentos e dilemas humanos estariam sempre presentes.

StarWars

O quarto episódio da saga (A New Hope) esteve nomeado ao Oscar de melhor filme, o que sucedeu não só pela sua qualidade, mas também porque nesse período de tempo proliferava a guerra fria e a sua ameaçadora bomba atómica, uma death star que de facto existia. Essa death star continuou no primeiro episódio realizado quando a Lucasfilm já fazia parte da Disney. Mas será que a saga não está a ser explorada de forma exacerbada pela grande empresa que é a Disney? Os spin-offs que surgiram nos últimos anos são acréscimos interessantes ao mundo Star Wars. No passado os fans (e a internet reflete isso) mostraram desapontamento com as prequelas de George Lucas. Quanto ao primeiro episódio da trilogia que a Disney está a realizar, foi um sucesso. Trouxe muito do que a saga era nos anos 70 e 80 com novos e antigos heróis. O segundo episódio trouxe controvérsia pela sua recepção mista.
No entanto, a historia foi mais além com a afirmação do vilão que era Kylo-Ren e a relação deste com a heroína Rey.
Serão necessários todos estes spin-offs? O cinema é um mercado, sempre o foi. Com tantas histórias a surgir perde-se um pouco o mistério e o interesse do publico acalma. Refletiu-se por exemplo na pobre bilheteira do filme Solo. Este filme conta a vida de Han Solo antes de A New Hope. O charme do herói não foi o suficiente para cativar o publico, também porque muito do carisma que Harrison Ford deu à personagem era a razão da sua atração.

StarWars

Eu vou ver todos os filmes de Star Wars. É um mundo cada vez mais vasto com todas as novas histórias mais ou menos necessárias. A fidelidade dos fans é uma das grandes características desta cultura, por mais que tentem explorar a galáxia encontrando novas histórias, nós fans vamos sempre ver a trilogia original como um regresso a casa.

E você o que acha? Comente abaixo.


Sobre o Autor

Bilbo encontrou o anel e eu a escrita e pelo caminho tropecei num montão de personagens que moldaram um pouco a minha vontade de ser. A coragem de Severus Snape (e também o seu humor negro), a curiosidade de Bilbo e a força de Luke. No entanto, também levanto a cabeça deste mundo alternativo, estudo no Instituto Politécnico do Porto e tenciono escrever ou ensinar no futuro, mas uma coisa vos prometo tentarei fazer o que quer que seja com coração.



Voltar para o topo ↑