Cinema 62-novo-poster-internacional-de-esquadrao-suicida-tb

Publicado em agosto 4th, 2016 | Por Rodrigo Cirne

0

Esquadrão Suicida – Crítica

Quando foi anunciada a produção do Filme Esquadrão Suicida, muitos imaginaram que a DC estava apostando em algo incerto, porém, com grande potencial de lucro e uma possibilidade de criação de uma nova franquia dos quadrinhos (Assim como a Marvel fez com Guardiões da Galáxia, e a Fox com Deadpool).
Dentro deste contexto, podemos dizer que Esquadrão Suicida é um filme que vai agradar bastante, já que não carrega o peso dramático de Batman v Superman, e não entrega um filme do tipo comédia pastelão. Ação e Aventura andam lado a lado, na medida certa.

A começar pela escalação do elenco que, se não é muito bem aproveitado em alguns momentos, dita o tom da narrativa, e percebe-se que a união e amizade pregada nas entrevistas anteriores, realmente transcendeu para a telona.

first-official-look-at-david-ayer-s-suicide-squad-387361

A história é baseada na criação de um grupo de vilões, chefiados por Amanda Waller (Viola Davis impecável como a líder do Esquadrão), que tem a missão de acabar com uma ameaça sobrenatural, que invadiu a cidade. A pergunta que fica é: Como fazer com que vilões façam o trabalho que por exemplo, o Batman poderia fazer? Qual tipo de motivação estes vilões podem ter para querer ajudar o governo?

Para convencer o grupo, Amanda recrutou o Capitão Rick Flag (Joel “Robocop” Kinnaman, discreto sem comprometer) que usa de técnicas bem persuasivas para fazer com que este grupo de condenados pela justiça, faça o trabalho sujo.

Suicide-Squad-Cast-Photo-Costumes-1024x820

A começar pela escalação do elenco, Esquadrão Suicida já prometia ser um filme grandioso, antes mesmo dos primeiros trailers saírem na internet. Will Smith, Margot Robbie, Jared Leto, Viola Davis e mais a companhia de bons coadjuvantes já geram no mínimo uma boa expectativa por parte da audiência. Mesmo com rumores de que o filme passou por refilmagens, para adotar um tom um pouco mais cômico, o filme tem ótimas sequências de ação, bom desenvolvimento de grande parte dos personagens, e ótimas perspectivas de futuro da franquia, uma vez que o filme se passa após os eventos de Batman v Superman.

A de se destacar no elenco, Will Smith, Margot Robbie e Jared Leto. A química entre Harley Quinn (Arlequina) e Mr J (Joker/Coringa) sem dúvida rende os melhores momentos do filme, porém, não acho que eles como casal roubam a cena. Arlequina tem um tempo maior de cena, e ela sim, rouba a cena em praticamente todas as cenas em que participa. Alternando entre momentos de total insanidade, com uma fragilidade emocional comovente, Margot com certeza já está na galeria das grandes personagens que o Universo DC trouxe para o cinema.

maxresdefault (5)

Já o Coringa de Jared Leto não tem nada com que possamos comparar com os Coringas anteriores, além da insanidade que o personagem traz em praticamente todas as cenas. Além disso, o tempo de cena de Leto não é tão grande quanto dos seus intérpretes anteriores. Creio que nos próximos filmes da DC, a tendência é que este Coringa se desenvolva como personagem, e mostre ainda mais, além da insanidade e de sua risada demoníaca.

Jared+Leto+Joker

Will Smith demonstra um domínio total sobre o personagem Pistoleiro, e sua presença no filme por si só, traz uma grandiosidade maior daquela que o personagem tem nas HQ´s. Essa eu acho que foi a grande sacada do filme.

will-smith

 

Com uma direção segura de David Ayer, Esquadrão Suicida é um ótimo divertimento, uma boa história de origem do grupo, e ao longo das quase 2 horas de filme é possível vislumbrar que a DC aos poucos está acertando a mão e unificando seu universo de forma mais coesa, sem apressar nenhuma etapa.

O filme ainda apresenta, mesmo que brevemente mais um dos heróis da Liga da Justiça, e uma cena no meio dos créditos, que vai ligar com o grande lançamento da DC no próximo ano: Liga da Justiça.

Tags: , , , , , ,


Sobre o Autor

Amante de cinema, viciado em Star Wars, Friends e Alice in Chains. Nerd convicto, Analista de Sistemas por vocação, baterista por coração e emoção. Consumidor compulsivo de filmes, séries, música, games e HQ´s. Se pudesse, viveria de entretenimento (cinema e música), como ainda não posso, descarrego todo esse amor aqui no blog.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Voltar para o topo ↑