Seriados breaking-bad

Publicado em junho 8th, 2018 | Por Bianca Bicalho

0

Motivos para começar a assistir Breaking Bad

Se você acha que você é quem escolhe as séries que assiste, está muito enganado: a era dos streamings chegou e com ela os algoritimos selecionando tudo aquilo que você, muito provavelmente, assistirá. A proposta de hoje é fugir dos lançamentos e te convencer de que se debruçar numa série mais antiga será mais prazeroso e surpreendente: Apesar de estar fazendo aniversário de 10 anos de estréia, Breaking Bad não perde para nenhuma das séries contemporâneas,  aliás, ela ganha de longe e é um exemplo impecável de produção nesse formato.

Se você nunca assistiu Breaking Bad já deve ter passado por algum colega que quis te convencer a fazê-lo. Talvez ele não tenha te apresentado argumentos tão consistentes e você chegou até aqui para tentar dar uma chance a série, então, se acomode e venha verificar comigo o motivo dessa série merecer sua atenção.

1. Personagens

cranston-walter-white-aaron-paul-jesse-pinkman-3600x1800-wallpaper

Já no começo da série somos apresentados a dois personagens, Walter White e Jesse Pinkman, e durante cinco temporadas, estaremos observando o relacionamento dos dois acontecer. Apesar de muitos concordarem que Walter é o personagem principal, e, até mesmo pelo fato de que o ator que interpreta Jesse (Aaron Paul) ganhar o Emy de melhor ator coadjuvante em série dramática, eu acredito que, de forma a não colaborar com o padrão, a série trabalha com o desenvolvimento de dois personagens principais, uma vez que ambos possuem o mesmo peso, no decorrer de suas histórias. Ainda que sejam anti-heróis, Walter e Jesse, ganham a nossa admiração ao decorrer dos perigos que correm, decisões que fazem e consequências que suportam.

2. Uma história que acaba.

Season_5_promo_1

Ao longo da série criamos uma conexão muito forte com os personagens, é muito fácil conseguir se identificar com Jesse, um jovem adulto que não sabe fazer as melhores escolhas, inseguro e instável, e com Walter, um professor de química que mal consegue sustentar a família e que se considera fracassado. Ambos são visões muito provavéis daquilo que um dia já fomos ou que poderemos ser que se envolvem em busca de lucrar num mercado ilegal de venda de drogas e que tentam lidar com isso ao longo de cinco temporadas. Com começo, meio e fim, BrBa não segue os exemplos das séries que nunca acabam e termina de forma triunfal e merecedora. Em outras palavras, ela vai tomar um tempo razoável da sua vida, o suficiente para marcar sua presença e ficar na sua memória.

3. A vida imita a arte

02337630-photo-aaron-paul-et-bryan-cranston-dans-breaking-bad-1100x715

Como todo conteúdo visual, o intuito de BrBa é o de amplificar os diálogos sobre os nossos desejos como seres humanos. Na série somos movidos a acreditar nas justificativas dos personagens, mas logo nos tornamos envolvidos e acompanhando as contradições que brotam, dia a após dia, dentro do contexto deles. O que eu quero dizer é que nada na vida é estático e que a série mostra isso perfeitamente. O quanto mudamos e não somos homogêneos, está impresso em movimento durante os 62 episódios nos dando lições do quão flexível a nossa realidade pode ser.

4. Simbolismo

Breaking-Bad-pilot-Walter-White-undies--1014x570

Se você gosta de séries cheias de simbolismo que existem além daquilo que é palpável e de procurar teorias escondidas nas informações que a série te dá, passará dias depois de terminar as temporadas, envolvido pelas milhares de interpretações que existem sobre BrBa. Ela é uma das séries mais admiráveis em questão de planejamentos de cor e fotografia, a maioria das cenas acontece numa cidade do Novo México chamada Albuquerque, onde a direção nos entrega diversas paisagens e cenas onde a natureza do deserto entra em contraste com a figura do homem.

5. Acessibilidade

Jesse-Pinkman

Todos os episódios estão disponíveis na Netflix, então, o que você está esperando?

Tags: , , ,


Sobre o Autor

Historiadora da arte em formação pela Universidade Federal de São Paulo, formada em Cinema/Tv pelo Centro Audiovisual de São Bernardo, estudante de desenho pela Quanta Academia de Artes, viciada em astrologia e bolinho de chuva. @dramaticqueenya em todas as redes sociais.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Voltar para o topo ↑