Seriados Atypical

Publicado em setembro 28th, 2017 | Por Natália Caçaca

0

Atypical – Original Netflix

Na escola tinha algumas crianças autistas e, nós quando criança sem orientação, nunca sabíamos ao certo como interagir com elas, o que reforça ainda mais como representatividade e inclusão importam e como é interessante ter uma serie que retrata os dilemas e cotidiano de um espectro autista, Sam, interpretado por Keir Gilchrist é o protagonista dessa historia chamada Atypical – original Netflix.

Sam usa fones de corta som pela sensibilidade ao barulho

Sam usa fones de corta som pela sensibilidade ao barulho

Sam, narra todos os seus pensamentos, suas duvidas, suas emoções, sabe quando a gente se depara com algumas situações e ficamos estranhos por não saber como agir? Pois bem, Sam explica, ele é um adolescente de 18 anos que esta no ensino médio e passa por todos os desafios que um jovem da sua idade possa ter, como: namorar, transar, estudos, futuro e etc. Coisas que pra gente sem o espectro são muito complicadas para se resolver, em relacionamento, por exemplo, pra ele é muito simples “quando você ama você simplesmente sabe” e ele sabe, e ele sente e resolve, ate mesmo um termino de namoro que parece ser uma coisa totalmente desgastante, para Sam é muito simples – se não há amor, termine.
Ele aprende na serie coisas como regras para uma convivência amigável com amigos e família, descobre o que são limites.
A serie também trás a atriz Jennifer Jason Leigh como Elsa, a mãe de Sam, o porto seguro, tomando pra si toda responsabilidade de cuidar e proteger o filho, ela acaba sendo radical demais com os cuidados e até mesmo pra ela, tem sido difícil à mudança de Sam em se tornar adulto e independente. É uma típica mãe que vê as limitações do filho e o blinda e é totalmente compreensiva essa atitude e a serie conta o motivo.
O pai, interpretado pelo ator Michael Rapaport, é desajustado e passa a maior parte da serie sem conseguir entender e depois de uns anos, tentando ser mais presente na vida do filho.
E a irmã de Sam interpretada por Brigette Lundy-Pain, Casey é sem duvida a que mais demonstra empatia pelo irmão, uma empatia sutil, silenciosa, ela consegue ser a irmã mais nova e protetora de Sam ao mesmo tempo.
A nova serie da netflix – que já foi confirmada a 2° temporada – tem um enredo bem escrito, cenário claro, fácil de assistir e desenvolvimento de todos os personagens, inclusive do melhor amigo de Sam, o Zahid, um rapaz engraçado que age de acordo com a sua idade, ele não é espectro autista, e consegue ter uma ótima convivência e amizade com o Sam.

Atypical 7

Atypical
é uma série que trata o autismo com delicadeza e sensibilidade, mostra tanto como é conviver com isso e como lidar também, sem formas mágicas, com grupos de apoio, com carinho e também como não agir, a falta de maturidade em lidar com essas questões pode afetar a vida de quem é um espectro autista – (spoiler) até mesmo a terapeuta demonstra um jeito bem claro de como não ser.

Os meios de comunicação tem o poder de acabar passando uma imagem positiva ou negativa sobre questões polemicas (vide 13 reasons why, totalmente irresponsável como eu já escrevi aqui no blog) e, Atypical na sua 1° temporada, mostrou muitos lados positivos mesmo dentro de um universo onde 1 a cada 60 crianças apresentam ter autismo e ainda sim, infelizmente,  muitas são ignoradas e negligenciadas.
A importância da inclusão social é um fato e por sorte a série não ignorou isso.

“Às vezes não entendo o que os outros querem dizer e acabo me sentindo só, mesmo com outros ao meu redor.” Sam

Atypical 6

Tags: ,


Sobre o Autor

Ariana, formada em ciências contábeis, mas se imagina Jornalista, Escritora ou Professora, para moldar mentes. Se apaixonou por cinema aos 6 anos quando sua tia a fez assistir por 6 horas, durante todos os dias das suas férias, clássicos dos anos 40/50, até chegar nas séries, onde aprendeu muito do que sabe. Tem convicção de que no fim dos tempos haverá um ataque zumbi, e por conta disso já sabe usar espada.



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Voltar para o topo ↑